Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2012

Storage rules!

Imagem
Por Luiz Eduardo Silva Parreira
Desde que o primeiro computador eletrônico foi inventado - o ENIAC -, o mundo da tecnologia da informação (TI) evoluiu como poucas áreas do conhecimento humano. E numa velocidade que poucos ousam afirmar onde chegaremos.
Contudo, quatro segmentos prometem durar por muito tempo: processamento, conectividade, transmissão de dados e armazenamento.


Essas tecnologias juntas dão ao homem algumas facilidades nunca vistas na sua história, como a possibilidade de acessar imensas quantidades de dados, por meio de equipamentos cada vez menores, em tempo real.


E no meio do business, alguns viram que também poder servir para o entretenimento. O share de documentários pelo youtube e outras ferramentas como ela, são um maravilhoso exemplo.
Como falamos uma língua não tão conhecida, até que certos programas cheguem por aqui (por conta de dublagem, tradução de legendas, direitos de transmissão, etc), nossos amigos anglófonos já se deleitaram com eles há meses ou anos ... e i…

Parabéns, aviadores!

Imagem
Por Luiz Eduardo Silva Parreira
Em 23 de outubro de 1906, Santos Dumont voou com seu 14bis em Paris. Indubitavelmente, foi o primeiro voo do homem com algo que na época se chamava "o mais pesado que o ar". Hoje essa máquina tem o nome de avião.


Assim, no Brasil, o mês de outubro é dedicado aos aviadores. Mas nem todo aviador é piloto.
Sou daqueles que acredita que aviador pode ser muito mais do que um piloto. Ser aviador é se encantar com a aviação! É sentir-se hipnotizado com a passagem de um avião ou querer tê-los todos em fotos, livros, figurinhas, plastimodelos, aeromodelos, etc. É sentir uma tentação irresistível de ficar horas admirando uma aeronave, todas as vezes que passar por ela, mesmo sabendo quase todos os seus detalhes.
É algo mágico!
E as vezes essa mágica é materializada como nesta belíssima propagada da British Airways. Uma verdadeira poesia aeronáutica ...


Transcript:
Those first young men, the pioneers,the aviatorsbuilding super highways in an unknown sky. Leavin…

Taking a Page From Sci-Fi

Imagem
From The Diplomat by James R. Holmes The Naval Diplomat’s pal Chris Weuve recently gave an interview that will be a crowd-pleaser for naval and science-fiction enthusiasts—two communities that overlap to a striking degree, for reasons that may be worth speculating about in a future post. The exchange is mostly about BattlestarGalactica. It’s on the long side, but read the whole thing. Chris dwells mainly on the mechanics of space combat. For instance, he questions whether the aircraft carrier is the right warship to project skyward as the pattern for war in the heavens. In space, after all, the carrier and its fighter and scout wings operate in the same element, an empty void, rather than different ones, water and air. The Galactica’s “Viper” fighters need no catapults to fling them into space. Pilots can fly without worrying about whether that pesky BernoullisLaw will keep them aloft. Nor do fighters fall crashing to earth after suffering battle damage, incurring equipment failures, o…