Postagens

Mostrando postagens de 2011

U.S. Army tests hypersonic weapon that travels five times the speed of sound...

Imagem
U.S. Army tests hypersonic weapon that travels five times the speed of sound... and can hit ANY target on earth in 30minsU.S. may no longer rely on stationing missiles abroadPrompt Global Strike project to hit anywhere in 60minsFollows 15-ton bunker busting bomb by USAF By Lee Moran Last updated at 5:51 PM on 18th November 2011 A hypersonic flying missile that can strike a target anywhere in the world in just 30 minutes has been unveiled by the U.S. military.
The Advanced Hypersonic Weapon (AHW), which travels five times the speed of sound, was successfully tested yesterday.
It was launched by rocket from Hawaii at 11.30am, glided south westwards through the upper atmosphere over the Pacific at 'hypersonic speed' before hitting its target on the Kwajalein atoll in the Marshall Islands - some 2,500 miles away.
Enlarge   
It comes hot on the heels of the U.S. Air Force announcement that it has taken delivery of eight, 15-ton bunker buster bombs, called the Massive Ordnance Penetrator, …

Generations ...

Imagem

X-47B Unmanned Combat Air System Demonstration

Imagem
X-47B Demonstrator Flies in Cruise Mode for First Time 
Published: Mon October 10th, 2011 via: Northrop Grumman
EDWARDS AIR FORCE BASE, Calif., Oct. 10, 2011 (GLOBE NEWSWIRE) -- The U.S. Navy/Northrop Grumman Corporation (NYSE:NOC) X-47B Unmanned Combat Air System Demonstration aircraft reached a major milestone Sept. 30 when it retracted its landing gear and flew in its cruise configuration for the first time.

The flight, conducted at Edwards Air Force Base, also helped validate precision navigation hardware and software that will allow the X-47B to land with precision on the moving deck of an aircraft carrier.
"Last week's flight gave us our first clean look at the aerodynamic cruise performance of the X-47B air system…and it is proving out all of our predictions," said Janis Pamiljans, vice president and Navy UCAS program manager for Northrop Grumman's Aerospace Systems sector. "Reaching this critical test point demonstrates the growing maturity of the air system…

Forte de Coimbra: a Câmara de Tiro do 1°/6° GACos.

Imagem
Por Luiz Eduardo Silva Parreira


No último dia 13 de setembro, o Forte de Coimbra completou 236 anos de fundação. Desde sua criação até 1992; por 217 anos, o Forte teve como principal função impedir a livre navegação de navios inimigos pelo Rio Paraguai.


A despeito de estar a mais de 1.200 quilômetros do litoral, o Forte de Coimbra era até então uma unidade de Artilharia de Costa, justamente porque utilizaria seus canhões para afundar embarcações, quando ordenado. A unidade que se ocupava dessa missão era a Primeira Bateria do Sexto Grupo de Artilharia de Costa (1°/6° GACos).


Mas atirar em um navio não é algo simples, pois os artilheiros têm de calcular o local provável que a embarcação estará depois do tiro dado pelo canhão. E isso não se faz com adivinhações, mas com cálculos. Tudo numa época pré-computadores (veja o esquema abaixo).



Portanto, até a ordem de "peça fogo!", vários militares tinham de captar dados, estudá-los, projetá-los em réguas e mesas de cálculos para então e…

Heróis! Websérie sobre a FEB em Montese, 1945.

Imagem
Por Luiz Eduardo Silva Parreira
Aos poucos - e já mui tarde - o Brasil começa a descobrir o que foi sua participação na Segunda Guerra Mundial. Depois que os embates ideológicos deixaram de ofuscar essa participação, jovens cineastas estão vendo que a atuação da FEB pode render boas histórias.
O bom é que essa nova geração de diretores e produtores tentam mostrar algo mais com cara de documentário e alguns docudramas(arggh, que neologismo horrível!). São filmes sem muito ufanismo nem exageros. Contam a história de homens que envolvios no meio de uma guerra, tinham de sobreviver e cumprir sua missão. E cumpriram.
Alguns exemplos desas novas produções já registramos aqui, como os filmes A Montanha, Senta a Púa e A Cobra Fumou. Agora - de forma inteligente - foi divulgada a websérieHeróis. Disponibilizada pela Cinemarketing Films, os primeiros 5 capítulos podem ser assistidos abaixo:
Dados: Produção 100% Mineira que conta no seu elenco principal grandes atores mineiros como Adriano Gilberti,…

A propaganda & Serviço Militar ...

Imagem
Por Luiz Eduardo Silva Parreira
Quem nunca se encantou com alguma propaganda na TV? Com certeza todos nós. Seja um objeto de desejo, um sonho que pode ser realizado, uma aventura; enfim, a propaganda nos prende quando nos atinge naquilo que mais amamos e queremos. É como se ela tivesse sido feita para nós.
A propaganda visando o alistamento militar também deveria ser assim. Tinham de mostrar a atividade fim das forças armadas e que o jovem pretendente teria a chance de fazer, na vida real, o que ele viu na propaganda. Mesmo que muitas coisas não funcionassem 100% iguais às imagens filmadas. Mas e daí? Realidade full é para jornal e filme europeu. O negócio da propaganda é ser Hollywood. É encantar. 
Dar ao público alvo a ideia de que está entrando numa força especial, de camaradas, de homens e mulheres que podem voar, ostentar seus uniformes. Que fazem parte de uma grupo seleto.
Não é enganar, pois, afinal, qualquer pessoa sabe que não se atira, nem voa nem se nageva todos os dias. Mas, s…

Dreams ...

Imagem
Por Luiz Eduardo Silva Parreira
Quando os Blue Angels fizeram 40 anos, em 1986, alguém sugeriu fazer um clip da música Dreams, do Van Halen, com imagens aéreas dos Blue Angels, a equipe de demonstração aérea da U.S.Navy.
O clip ficou excelente!
Na época eles voavam os A-4 Skyhawk. Hoje voam os poderosos F/A-18 Hornet.



Quem me dera ver algo assim no Brasil ... sim, porque aquele clipe do EDA com o Caetano Veloso ninguém merece!

"Corações sujos" virou filme.

Imagem
Quando do fim da Segunda Guerra Mundial, alguns japoneses que haviam imigrado para o Brasil não aceitaram a derrota japonesa. Mas essa situação não ficou apenas na falta de aceitação desse grupo. Eles chegaram a matar alguns imigrantes que simplesmente aceitaram a realidade, apesar de dura: pela primeira vez em 2000 anos de história, o Império japonês havia perdido uma guerra.
Essa inusitada história - que já foi retratada em livro - agora virou filme. Vamos ver no que vai dar ...


Mas essa não é a única história interessante envolvendo o Brasil, japoneses e a Segunda Guerra Mundial. Mora no país Hiroo Onoda, o mais famoso dos holdout, qualificação daqueles soldados japoneses que continuaram a lutar pelo seu país, DEPOIS do fim da Segunda Guerra Mundial, porque não ficaram sabendo que a guerra havia acabado. E como o Japão nunca tinha perdido uma guerra, pela lógica, se não foram avisados, "por óbvio" que o Império ainda estava em guerra, ora bolas!
Uma das muitas reportagem sob…