Para receber as atualizações é muito simples! Basta colocar seu e-mail no campo abaixo!

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

X-37B e sua missão secreta no espaço.

Depois de sete meses em órbita, o mini ônibus espacial X-37B pousou em uma pista comum da base aérea de Vandenberg, na Califórnia. A nave espacial militar não-tripulada havia sido lançada em Abril de 2010.

Entre os militares, a nave é conhecida como OTV-1 (Orbital Test Vehicle, ou veículo orbital de testes). Veja abaixo o vídeo do lançamento.




Nave não tripulada

Esta é a primeira vez que os EUA realizam uma missão com uma nave não tripulada, totalmente reaproveitável, capaz de ir ao espaço e retornar. A extinta União Soviética chegou a fazer voos de teste com o seu ônibus espacial Buran, mas o projeto foi abandonado por ser caro demais.


X-37B com painel solar. Fonte: CSMonitor
Clique na foto para ampliá-la.
Os militares não confirmaram o que o X37-B levou em seu compartimento de carga, mas especialistas especulam que devem ser sensores de diversos tipos - câmeras e radares, por exemplo - que permitam a visualização de objetos no solo com alta precisão e resolução.

Os testes desses sensores em um veículo reaproveitável é uma opção mais simples, mais barata e mais segura do que enviar satélites que não se sabe se funcionarão adequadamente. Com os sensores devidamente testados, os satélites poderão ser fabricados e colocados em órbita para tarefas de monitoramento e espionagem contínuas.

X37-B

Com 8,9 metros de comprimento, 4,5 metros de envergadura e 2,9 metros de altura, o X37-B tem cerca de um quarto do tamanho de um ônibus espacial. A nave pesa 4.990 quilogramas.


Esquema do X-37B por Space.com
Clique na foto para ampliá-la.
Ao contrário dos ônibus espaciais, que são abastecidos por células a combustível, a nave militar tem painéis solares que se abrem no espaço e baterias de íons de lítio.

O projeto prevê que a nave possa estar pronta para um novo lançamento em apenas 15 dias, mas um novo voo somente deverá acontecer no início de 2011.

Uma segunda unidade do X37-B, fabricada pela Boeing, já está quase pronta.


Militarização do espaço


Foto: Military Tech
Se havia alguma dúvida sobre a militarização do espaço, a utilização rotineira da nave espacial militar mostra que isto já é um fato. 

A desmilitarização do espaço foi um objetivo perseguido pela diplomacia e pelas Nações Unidas por décadas. Estados Unidos e Israel são os únicos países que defendem abertamente a utilização das missões espaciais para fins militares.

Alguns países demonstraram preocupações com a possível utilização do X37-B para se aproximar e inspecionar satélites, sejam militares ou não.

Com seu grande motor traseiro, a nave tem uma capacidade de manobra inédita. Segundo especialistas em rastrear satélites artificiais, a nave mudou de órbita seis vezes enquanto esteve no espaço. Veja o vídeo de seu pouso.




Mais fotos: CSMOnitor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.